quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

A Indústria na Bahia a Partir de 1970

Posted by Julio Neto On quarta-feira, janeiro 25, 2012 No comments

Para visualizar toda a postagem basta clicar em seu título.

Autor: Julio Neto Alves Araujo

A partir de 1970 a Bahia se consolida como uma economia industrial de importância nacional e, desde então, a participação do setor secundário no PIB vem ganhando espaço, superando de longe o setor primário, tão relevante no início do século passado. Em 1950, segundo informações da SEI (2003), a participação da indústria no PIB era inferior aos 10% (dez por cento), enquanto o setor primário correspondia a 44%, aproximadamente; já em 70, quando a Bahia começava a migrar de uma economia primária para secundária, a indústria havia superado o setor agropecuário em importância e, ao final da última década, pouco mais de 40% de toda a riqueza produzida no estado origina-se das atividades industriais, o que nos permite dizer, que a Bahia tem hoje, uma economia predominantemente industrial.

O olhar mais agudo para as atividades industriais nesse primeiro momento pode ser explicado pela conjuntura de fatores que permeiam outros setores, tais como a agricultura. As questões relacionadas à Seca e a dependência das políticas desenvolvidas a nível nacional são fatores que, comumente, justificam as desigualdades e a falta de investimento que emperram o desenvolvimento e a expansão das fronteiras agrícolas no estado. Assim, concebendo que tais problemas demandam uma análise mais minuciosa de causas e efeitos, dedicar-se-á uma parte dessa abordagem a análise e compreensão específica dessas questões, que mais se aproximam de problemas estruturais e políticos, do que ambientais e econômicos.


0 comentários :