sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

HISTÓRIA DA IMAGEM: A Criança Sudanesa, Kevin Carter

Posted by Julio Neto On sexta-feira, fevereiro 17, 2012 1 comment

“Eu vejo a criança em sofrimento como o meu pai. E o resto do mundo é o abutre.”

Megan, Filha de Kevin Carter, comentando a fotografia tirada pelo Pai  
Criança Sudanesa por Kevin Carter
Essa fotografia foi tirada pelo fotógrafo sul-africano Kevin Carter (Johannesburg, 13 de setembro de 1960 – Johannesburg, 27 de julho de 1994). A premiada e polêmica imagem retrata uma das mais controversas situações dos últimos tempos no jornalismo mundial. De um lado, um jovem profissional, em mais um dia comum de trabalho; de outro, a moral que condena a atitude do fotógrafo em não ajudar a salvar uma vida humana. Segundo contou depois ao ser questionado, ele teria aguardado alguns minutos na expectativa que a ave abrisse as asas, tirado a foto e espantado o abutre.
A foto foi vendida ao The New York Times e recebeu Prémio Pulitzer. No entanto, dois meses após receber o prêmio, pouco mais de uma ano após a fotografia, Carter, deprimido e em conflito com a realidade, suicida-se, deixando uma nota, cujo trecho mais divulgado segue abaixo.
“Estou deprimido, sem telefone, sem dinheiro para pagar a renda, sem dinheiro para ajudar ao sustento da minha criança, sem dinheiro para pagar as dívidas, sem dinheiro! Sou assombrado pelas vívidas memórias de mortes e cadávares e raiva e dor, de crianças feridas e esfomeadas, de loucos que assassinam alegremente, alguns deles polícias (…). A dor de viver ultrapassa a alegria ao ponto em que esta deixa de existir.”  
Kevin Carter
A ação do fotógrafo realmente determinou a morte da criança? João Silva, fotógrafo sul-africano de ascendência portuguesa que estava com Carter, relata que após a foto Kevin Carter “Acendeu um cigarro, falou com Deus, chorou. Depois disso ficou deprimido, dizia que só queria abraçar a filha.”    


1 comentários :